• Writer's Room 51

7 dicas para roteiristas iniciantes

Atualizado: Fev 7

Tem dúvidas sobre como otimizar os primeiros passos da sua carreira no audiovisual? A roteirista Leda Ene compartilha suas dicas de ouro


Imagem: Shutterstock

Acreditamos que a democratização do conhecimento é um importante passo em direção a um meio audiovisual cada vez mais sólido e preparado para os desafios do mercado. Pensando nisso, estamos abrindo espaço para roteiristas e outros profissionais da área dividirem suas experiências e visões a respeito da criação artística.


Nossa convidada de hoje é a roteirista Leda Ene, que coleciona prêmios em diversos festivais internacionais de roteiro pela Europa e EUA. Leda trabalhou como assistente de roteiro da série "Exterminadores do Além" (Warner Channel) e foi roteirista de esquetes para um projeto humorístico da atriz Adriana Nunes, integrante da "Cia de Comédia Os Melhores do Mundo". Atualmente, presta serviços para a Openthedoor Studios, produtora sediada em São Paulo com filial em Los Angeles.


Como toda roteirista brasileira, Leda Ene teve de descobrir o seu próprio trajeto no mercado audiovisual e agora compartilha com nossos leitores um pouco do que aprendeu nos últimos anos. Quer saber como otimizar a sua carreira e melhorar a sua postura como roteirista iniciante? Acompanhe as dicas a seguir!

7 dicas para roteiristas iniciantes

por Leda Ene


1. Não deixe que as regras travem sua criatividade

Imagem: Shutterstock

Um roteiro precisa ter personalidade, voz própria. E é a sua criatividade que dará essa autenticidade ao seu roteiro, portanto, deixe-a voar. Vejo roteiristas que travam todo seu processo criativo porque ficam pensando em regras de roteiro. Liberte-se disso. Escreva à vontade. Coloque no roteiro tudo que você quer escrever, sem amarras. Quando terminar, faça os ajustes técnicos de roteiro. Você descreveu demais? Enxugue. O diálogo está muito longo? Diminua. Ficou literário? Deixe objetivo. O personagem X ficou sem função? Elimine-o. Permita-se escrever livremente primeiro. Nos próximos roteiros, você já vai começar a escrever dentro das regras e, com o tempo, elas passarão a ser naturais na sua escrita.


2. Aprenda a escrever barato

Imagem: internet

Depois que você descobrir seu estilo criativo e passar a dominar as regras gerais de um roteiro, faça esse treinamento: comece a escrever barato. Acostume sua criatividade a trabalhar com limitações de orçamento (ex: poucas locações, poucos atores, poucas externas, poucos efeitos especiais, etc). Dessa forma, você harmoniza seu trabalho criativo com a realidade de mercado. Bons roteiros que demandam menos dinheiro são mais atrativos do que aqueles que exigem milhões. Além disso, um roteirista capaz de criar soluções boas e baratas tem muito mais valor profissional do que aquele que só consegue ser criativo bolando cenas caríssimas.


3. Faça bom uso dos grupos de roteiristas

Imagem: internet

Grupos de roteiristas no Facebook não são escolas de roteiro. São o mundo real, o mercado, vitrine para o seu trabalho. Sempre há produtoras de porte e profissionais bem-sucedidos participando desses grupos. Por isso, a dica é: em vez de postar aquele roteiro que você sabe que ainda não está bom, escolha alguns colegas que têm mais experiência e peça ajuda inbox. Só publique seu roteiro para o grupo (ou seja, para o mercado ver) quando ele estiver vendendo o seu melhor. Dessa forma, você começa a construir uma imagem profissional muito positiva.


4. Deixe uma boa impressão ao fazer contato com profissionais

Imagem: Shutterstock

Ao fazer um primeiro contato, capriche no texto, apresente-se brevemente e já informe qual o motivo da abordagem. Ex: “Olá xxxxx. Meu nome é xxxxx. Sou xxxxx, trabalho com xxxxx e gostaria de xxxxx”. Aproveite toda e qualquer oportunidade, por menor que seja, para criar uma boa impressão profissional.


5. Aproveite os festivais de roteiro

Sheffield Doc Fest - Imagem: divulgação

Festivais de roteiro são um bom caminho. Ter premiações sinaliza para o contratante que o roteirista tem um material que vale a pena ser lido. E isso é tudo o que você precisa.


6. Saiba que o caminho de cada roteirista para atingir o sucesso profissional é único

Imagem: Shutterstock

Ao ouvir outros profissionais falando sobre suas carreiras, nunca tome a experiência alheia (bem-sucedida ou fracassada) como regra para você. O caminho de cada pessoa para atingir o sucesso profissional é 100% único, individual. Aquilo que João diz que é impossível, você pode fazer facilmente e conseguir. Aquilo que José diz que é obrigatório, você pode ignorar e conseguir. Aquilo que Jorge diz que você precisa ter, você pode não ter e conseguir.


7. Capriche incansavelmente no seu roteiro

Imagem: internet

Só pare de melhorá-lo quando ele estiver realmente vendendo o seu melhor. Para cada roteiro que eu escrevo, faço em média 100 tratamentos. Literalmente. Reviso e altero o roteiro do começo ao fim várias vezes por dia. Não importa se é longa, curta, série, esquete. Todos passam por esse processo. Eu só envio um roteiro para um possível contratante depois que ele passou por essa maratona de alterações e revisões incansáveis. Essa é uma rotina que eu recomendo fortemente que você tenha porque faz toda a diferença.


Roteirista Leda Ene

www.roteiristaledaene.com.br


#roteiro #dicas #primeirospassos

525 visualizações

Writer's Room 51 é uma vitrine online de projetos audiovisuais autorais.

Newsroom 51 é um portal afiliado de artigos sobre cinema, TV e streaming.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn