• Writer's Room 51

Momentos de destaque no Golden Globes 2020

Quem fez história na polêmica 77ª edição do Globo de Ouro em 2020? Confira nossa seleção e a lista completa dos vencedores do prêmio

Ricky Gervais. Imagem: Golden Globes

Neste domingo (5), aconteceu em Los Angeles a 77ª edição do Globo de Ouro, trazendo muitos destaques tanto nos vencedores como no curso do próprio evento.


Apresentado pelo comediante britânico Ricky Gervais pela quinta vez, o evento já iniciou cheio de piadas e opiniões mordazes por parte do ator.


Além disso, foram 25 categorias premiadas, sendo 14 delas de cinema e 11 de TV. Dentro das premiações, tivemos algumas situações históricas e emocionantes – sempre acompanhadas de discursos políticos por parte dos artistas.


Quer saber mais? Acompanhe nosso post e fique por dentro dos momentos de destaque na 77ª edição do Globo de Ouro!


Os momentos mais marcantes do 77º Globo de Ouro


O discurso do apresentador Ricky Gervais

gif

Felicity Huffman, a Igreja Católica, o filme "Cats", Joe Pesci, Judi Dench e James Corden receberam a sarcástica atenção de Ricky Gervais durante seu monólogo de abertura do Golden Globes. Contudo, quem sofreu o maior impacto das críticas do apresentador foi a própria Hollywood.


"Se você ganhar um prêmio hoje à noite, não use-o como plataforma política para fazer um discurso político. Você não está em posição de dar uma palestra ao público sobre qualquer coisa, você não sabe nada sobre o mundo real", alertou Gervais aos indicados. "A maioria de vocês passou menos tempo na escola do que Greta Thunberg".


Gervais ainda disse que "The Morning Show", série do streaming Apple TV Plus, "foi fabricada por uma empresa que administra lojas de trabalho escravo na China". O comediante criticou a hipocrisia de celebridades com seus discursos moralizantes enquanto muitos trabalham para gigantes corporativos como Amazon, Apple e Disney.


Nesse momento, Gervais ainda afirma que "se o ISIS iniciasse um serviço de streaming, Hollywood chamaria seus agentes" e transformaria o serviço num sucesso.

gif

O co-criador da série "The Office" ainda trouxe mais momentos marcantes durante seu monólogo: chamou a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, ou HFPA, de racista; o filme "Dois Papas" da Netflix como um filme sobre pedófilos por causa do escândalos da igreja e criticou a falta de qualquer mulher sendo indicada para a categoria de Melhor Diretor.


Gervais ainda declarou que não se importa mais com a premiação – e que, na verdade, nunca se importou. Ele ainda se dirigiu aos indicado quando disse: “(…) se você ganhar, suba, aceite seu pequeno prêmio, agradeça ao seu agente e a seu Deus e vá se f*der".



Melhor Trilha Sonora Original para Hildur Guðnadóttir

Hildur Guðnadóttir. Imagem: IMDb

Quando Hildur Guðnadóttir, compositora da trilha sonora do filme "Coringa", ganhou o prêmio de Melhor Trilha Sonora Original nesse domingo, a vitória teve um significado histórico: a islandesa foi a segunda mulher a ganhar o prêmio e se tornou a primeira vencedora solo feminina na história da categoria.


A compositora e violoncelista ficou sem palavras quando aceitou o troféu. Guðnadóttir venceu os indicados Randy Newman (História do Casamento), Alexandre Desplat (Adoráveis Mulheres), Thomas Desman (Alexandre Menezes), Thomas Newman (1917) e Daniel Pemberton (Motherless Brooklyn).


Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical para Awkwafina

gif

Outro destaque foi para a atriz e cantora Awkwafina, que se tornou a primeira atriz de ascendência asiática-americana a ganhar um Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical.


A atriz levou para casa o prêmio por seu papel em "The Farewell", da diretora Lulu Wang, que segue a história de uma jovem chinesa-americana que volta para a China para se despedir de sua avó. O filme foi baseado na própria experiência de Wang.


Nos bastidores, Awkwafina disse que se surpreendeu ao descobrir que foi a primeira mulher asiática-americana a vencer nesta categoria: “É incrível", disse ela, "mas você espera que haja mais. Espero que seja apenas o começo".


O discurso emocionado de Joaquin Phoenix

gif

O ator Joaquin Phoenix é conhecido por não ser fã de shows de prêmios de Hollywood, mas seu discurso de aceitação no Globo de Ouro de Melhor Ator em Filme de Drama por "Coringa" se destacou entre os demais.


“É muito bom que tantas pessoas tenham vindo e enviado seus desejos para a Austrália, mas temos que fazer mais do que isso, certo?", comenta. "Nem sempre fui um homem virtuoso", diz o ator, "Estou aprendendo que muitos de vocês nesta sala me deram várias oportunidades para acertar”.


"É ótimo votar, mas às vezes temos que assumir essa responsabilidade por nós mesmos e fazer mudanças e sacrifícios em nossas próprias vidas", afirma Phoenix, criticando a característica hipocrisia hollywoodiana.

gif

Em seu discurso cheio de palavrões emocionados dirigido aos seus competidores na categoria de Melhor Ator, Phoenix afirma que "não existe melhor ator".


Ele diz: “Todos sabemos que não há essa m*rda de competição entre nós. Eu sou aluno de vocês. Nem acredito no belo trabalho hipnotizante e único que vocês fizeram este ano. Mas realmente me sinto honrado por ter sido indicado com vocês".


Os outros indicados na categoria foram Christian Bale por "Ford vs Ferrari", Antonio Banderas por "Dor e Glória", Adam Driver por "História de um Casamento" e Jonathan Pryce por "Dois Papas".


O discurso feminista de Michelle Williams

gif

Outro discurso muito impactante foi o de Michelle Williams, que venceu a categoria de Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme para TV por “Fosse/Verdon”. Ela falou amplamente sobre a importância de as mulheres ponderarem sobre suas escolhas políticas.


"Quando você coloca isso [a liberdade de escolha] nas mãos de alguém, reconhece as escolhas que eles fazem como ator. Momento a momento, cena a cena, dia a dia. Mas você também reconhece as escolhas que eles fazem como pessoa. [...] Sou grata pelo reconhecimento das escolhas que fiz e também por ter vivido um momento em nossa sociedade em que a escolha existe, porque como mulheres e como meninas, coisas podem acontecer ao nosso corpo que não são nossa escolha ", disse Williams.

"Eu tentei o meu melhor para viver uma vida de minha própria autoria, e não apenas uma série de eventos que aconteceram comigo. Mas um que eu podia me afastar, olhar e reconhecer minha letra por toda parte. Às vezes, bagunçada e rabiscada, às vezes cuidadosa e precisa. Mas que eu esculpi com minha própria mão. E eu não seria capaz de fazer isso sem empregar o direito de uma mulher de escolher".

A atriz venceu contra as indicadas Kaitlyn Dever por “Inacreditável”; Joey King por “The Act”, Helen Mirren por “Catarina, a Grande” e Merritt Wever por “Inacreditável”.


Outros discursos de destaque

Ellen Degeneres. Imagem: Golden Globes

Hollywood acabou ignorando a mensagem de Gervais e trazendo questões políticas em seus discursos de aceitação. Mediante à situação global de emergência, isso era de se esperar.


Artistas como Ellen DeGeneres, Laura Dern, Cate Blanchett e Pierce Brosnan também mencionaram sua preocupação com os incêndios na Austrália, enquanto Russell Crowe, vencedor da categoria Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para TV por "The Loudest Voice", vinculou o desastre às mudanças climáticas em uma mensagem lida por Jennifer Aniston.


"Precisamos agir com base na ciência, mover nossa força de trabalho global para energia renovável e respeitar nosso planeta pelo lugar único e incrível que ele é", disse a mensagem de Crowe.


Patricia Arquette, que venceu como Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Série Limitada ou Filme para TV por "The Act", comentou em seu discurso: "Vamos ver o país à beira da guerra, os Estados Unidos da América. Um presidente twittando uma ameaça de 52 bombas, incluindo locais culturais; jovens arriscando suas vidas viajando pelo mundo; pessoas que não sabem se bombas cairão na cabeça dos filhos. E o continente da Austrália está pegando fogo”.

gif

Num tom ainda mais crítico, o ator Sacha Baron Cohen trouxe sua guerra com o fundador do Facebook ao discurso de apresentação do filme "Jojo Rabbit", indicado a dois prêmios. "O herói deste próximo filme é uma criança ingênua e mal orientada que espalha a propaganda nazista e só tem amigos imaginários", disse o comediante. "O nome dele é Mark Zuckerberg."


O ator já havia deixado público seu repúdio à plataforma digital anteriormente, quando afirmou que o Facebook era um infeliz espaço para "racistas, misóginos, anti-semitas e abusadores de crianças".


"Parasita" continua sua bela carreira de festivais


Vencendo o Globo de Ouro por Melhor Filme Estrangeiro, o filme coreano "Parasita" continua sua ambiciosa carreira de prêmios internacionais.


O diretor Bong Joon Ho realizou um comentário esperto em seu discurso de agradecimento: “Após superar a barreira das legendas, você será apresentado a muitos outros filmes incríveis”.

Bong Joon Ho. Imagem: Getty Images

O filme concorria com “The Farewell” (China); “Les Misérables” (França); “Dor e Glória” (Espanha) e “Retrato de Uma Jovem Em Chamas” (França).


Destaques da televisão

Elenco de "Succession". Imagem: Daily Mail

Houveram grandes vitórias da telinha para HBO, com "Succession" e "Chernobyl", Amazon e Phoebe Waller-Bridge, com "Fleabag", e Netflix, com "The Crown".


A série "Succession", do criador Jesse Armstrong, levou dois merecidos prêmios, assim como o drama "Chernobyl". Olivia Colman, Patricia Arquette, Brian Cox, Stellan Skårsgard e Michelle Williams também fizeram bonito e levaram prêmios para casa.


Assim como nos Emmys, o destaque acabou indo para produções de serviços de streaming.


Lista completa de indicados e vencedores do 77º Globo de Ouro


Confira abaixo a lista completa dos filmes e séries indicados e vencedores do prêmio:


Melhor filme – Drama

“O Irlandês”

“História de um Casamento”

“1917” (Vencedor)

“Coringa”

“Dois Papas”

"1917". Imagem: Polygon

Melhor Filme de Comédia ou Musical

“Era uma Vez em... Hollywood” (Vencedor)

“Jojo Rabbit”

“Entre Facas e Segredos"

“Rocketman”

“Meu nome é Dolemite”


Melhor Atriz de Filme – Drama

Cynthia Erivo (“Harriet”)

Scarlett Johansson (“História de um Casamento”)

Saoirse Ronan (“Adoráveis Mulheres”)

Charlize Theron (“O Escândalo”)

Renée Zellweger (“Judy - Muito Além do Arco-Íris”) (Vencedora)


Melhor Ator de Filme – Drama

Christian Bale (“Ford vs Ferrari”)

Antonio Banderas (“Dor e Glória”)

Adam Driver (“História de um Casamento”)

Joaquin Phoenix (“Coringa”) (Vencedor)

Jonathan Pryce (“Dois papas”)


Melhor Ator de Filme - Musical ou Comédia

Daniel Craig (“Entre Facas e Segredos”)

Roman Griffin Davis (“Jojo Rabbit”)

Leonardo DiCaprio (“Era uma Vez em... Hollywood”)

Taron Egerton (“Rocketman”) (Vencedor)

Eddie Murphy (“Meu nome é Dolemite”)


Melhor Atriz em Filme Musical ou Comédia

Awkwafina (“The Farewell”) (Vencedora)

Ana de Armas (“Entre Facas e Segredos”)

Cate Blanchett (“Cadê Você, Bernadette?”)

Beanie Feldstein (“Fora de Série”)

Emma Thompson (“Late Night”)


Melhor Ator Coadjuvante em Filmes

Tom Hanks (“Um Lindo Dia na Vizinhança”)

Anthony Hopkins (“Dois Papas”)

Al Pacino (“O Irlandês”)

Joe Pesci (“O Irlandês”)

Brad Pitt (“Era uma Vez em... Hollywood”) (Vencedor)

Brad Pitt. Imagem: HFPA

Melhor Diretor - Filmes

Bong Joon-ho (“Parasita”)

Sam Mendes (“1917”) (Vencedor)

Todd Phillips (“Coringa”)

Martin Scorsese (“O Irlandês”)

Quentin Tarantino (“Era uma Vez em... Hollywood”)


Melhor Música - Filmes

“Beautiful Ghosts” (“Cats”)

“(I’m Gonna) Love Me Again” (“Rocketman”) (Vencedor)

“Into the Unknown” (“Frozen 2”)

“Spirit” (“O Rei Leão”)

“Stand Up” (“Harriet”)


Melhor Atriz Coadjuvante em Filmes

Kathy Bates (“Richard Jewell”)

Annette Bening (“O Relatório”)

Laura Dern (“História de um Casamento”) (Vencedora)

Jennifer Lopez (“As Golpistas”)

Margot Robbie (“O Escândalo”)


Melhor Animação

“Frozen 2”

“Como Treinar Seu Dragão 3”

“Link Perdido” (Vencedor)

“Toy Story 4”

“O Rei Leão”


Melhor Roteiro para Filme

Noah Baumbach (“História de um Casamento”)

Bong Joon-ho and Han Jin-won (“Parasita”)

Anthony McCarten (“Dois Papas”)

Quentin Tarantino (“Era uma Vez em... Hollywood”) (Vencedor)

Steven Zaillian (“O Irlandês”)


Melhor Atriz em Série de TV Musical ou Comédia

Christina Applegate (“Dead to Me”)

Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)

Kirsten Dunst (“On Becoming a God in Central Florida”)

Natasha Lyonne (“Boneca Russa”)

Phoebe Waller-Bridge (“Fleabag”) (Vencedora)

Phoebe Waller-Bridge. Imagem: Greg Williams

Melhor Ator em Série de TV Musical ou Comédia

Michael Douglas (“O Método Kominsky”)

Bill Hader (“Barry”)

Ben Platt (“The Politician”)

Paul Rudd (“Cara x Cara”)

Ramy Youssef (“Ramy”) (Vencedor)


Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para TV

Christopher Abbott (“Catch-22”)

Sacha Baron Cohen (“The Spy”)

Russell Crowe (“The Loudest Voice”) (Vencedor)

Jared Harris (“Chernobyl”)

Sam Rockwell (“Fosse/Verdon”)


Melhor Ator Coadjuvante em Série, Série Limitada ou Filme para TV

Alan Arkin (“O Método Kominsky”)

Kieran Culkin (“Succession”)

Andrew Scott (“Fleabag”)

Stellan Skarsgård (“Chernobyl”) (Vencedor)

Henry Winkler (“Barry”)


Melhor Série – Drama

“Big Little Lies”

“The Crown”

“Killing Eve”

“The Morning Show”

“Succession” (Vencedora)

"Succession". Imagem: HBO

Melhor Série - Musical ou Comédia

“Barry”

“Fleabag” (Vencedora)

“The Kominsky Method”

“The Marvelous Mrs. Maisel”

“The Politician”


Melhor Filme Estrangeiro

“The Farewell”

“Dor e Glória”

“Retrato de uma Jovem em Chamas”

“Parasita” (Vencedor)

“Les Misérables”


Melhor Trilha Sonora Original para Filmes

Daniel Pemberton (“Brooklyn - Sem Pai Nem Mãe”)

Alexandre Desplat (“Adoráveis Mulheres”)

Hildur Guðnadóttir (“Coringa”) (Vencedora)

Thomas Newman (“1917”)

Randy Newman (“História de um Casamento”)


Melhor Série Limitada ou Filme para TV

“Catch-22″

“Chernobyl” (Vencedora)

“Fosse/Verdon”

"The Loudest Voice"

“Inacreditável”


Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme para TV

Kaitlyn Dever (“Inacreditável”)

Joey King (“The Act”)

Helen Mirren (“Catarina, a Grande”)

Merritt Wever (“Inacreditável”)

Michelle Williams (“Fosse/Verdon”) (Vencedora)


Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Série Limitada ou Filme para TV

Patricia Arquette (“The Act”) (Vencedora)

Helena Bonham Carter (“The Crown”)

Toni Collette (“Inacreditável”)

Meryl Streep (“Big Little Lies”)

Emily Watson (“Chernobyl”)


Melhor Atriz em Série de TV – Drama

Jennifer Aniston (“The Morning Show”)

Olivia Colman (“The Crown”)

Jodie Comer (“Killing Eve”)

Nicole Kidman (“Big Little Lies”)

Reese Witherspoon (“Big Little Lies”)

Olivia Colman. Imagem: Golden Globes

Melhor Ator em Série de TV – Drama

Brian Cox (“Succession”)

Kit Harington (“Game of Thrones”)

Rami Malek (“Mr. Robot”)

Tobias Menzies (“The Crown”)

Billy Porter (“Pose”)



E você, o que achou da premiação do Globo de Ouro desse ano?


#GloboDeOuro #GoldenGlobes #GoldenGlobes2020 #Premiações #destaquesGloboDeOuro

110 visualizações

Writer's Room 51 é uma vitrine online de projetos audiovisuais autorais.

Newsroom 51 é um portal afiliado de artigos sobre cinema, TV e streaming.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn