• Writer's Room 51

Destaques do catálogo do Amazon Prime Video que podem desbancar a Netflix

Streaming fecha acordo temporário com a Disney e aumenta seu impressionante catálogo, que já conta com séries premiadas

O serviço de streaming da Amazon, o Prime Video, anda desbancando premiações, serviços concorrentes e investindo pesado no seu catálogo.


Nesta terça-feira (1/10), a Amazon Prime Video anunciou o fechamento de um acordo de licenciamento para exibir parte do catálogo do Disney+ no seu próprio. Isso só aumenta a competitividade com outros serviços de streaming, como Netflix, Hulu e HBO Go.


O acordo irá trazer filmes como Capitã Marvel, Piratas do Caribe, Malévola, WiFi Ralph e Toy Story 4. No quesito séries, o Prime Video exibirá títulos como How I Met Your Mother, Grey’s Anatomy e American Horror Story.

Capitã Marvel. Imagem: Reprodução

A parceria foi realizada com a Disney para disponibilizar esses títulos na América Latina, garantindo o acesso dos fãs brasileiros a sucessos do catálogo da Disney+. O acordo terá duração de outubro de 2019 até setembro de 2020.


O Disney+ chega no Brasil provavelmente no segundo semestre de 2020. Por isso, o catálogo da Amazon Prime Video terá grande vantagem em relação aos competidores, que não possuem acesso exclusivo aos lançamentos pertencentes à Disney.


Esse e outros destaques aumentam a chance do Prime Video desbancar até mesmo o Netflix, que é líder no serviço de streaming. O Prime Video no Brasil, atualmente, custa apenas R$ 9,90 por mês e dá acesso ao catálogo filmes e séries, além de frete grátis, acesso ao Prime Music, Prime Reading (livros e revistas) e ao Twitch Prime (games).


As melhores séries originais do Amazon Prime Video

O catálogo do Amazon Prime Video é bem amplo, tornando o serviço de streaming mais que um concorrente da Netflix: o Amazon Studios é atualmente produtor de séries com conteúdo artístico bastante elevado.


Um exemplo disso é a premiada Fleabag, de Phoebe Waller-Bridge, que ganhou 4 prêmios no Emmy 2019 e garantiu outro contrato milionário para a roteirista. Ou então, a excelência na direção de Homecoming, assinada por Sam Esmail e Kyle Patrick Alvarez.


Confira abaixo as melhores séries do catálogo da Amazon Prime Video até agora:


Homecoming (2018), de Micah Bloomberg, Eli Horowitz e Sam Esmail

Sinopse: Heidi Bergman (Julia Roberts) é uma assistente social que trabalha clínica Homecoming, localizada na Flórida, a qual atende soldados veteranos recém chegados da Guerra. Heidi se aproxima do soldado Walter enquanto trabalha para ajudar na ressocialização dos ex-militares. Mas, com o passar do tempo, ela começa a desconfiar das verdadeiras intenções do local onde trabalha, bem como de seu chefe Colin.


Pontos fortes: a série é tão bem dirigida que esse seja talvez o maior destaque. Mesmo prestando homenagens diretas à clássicos diretores do cinema, como Brian de Palma, Hitchcock e Coppola, a linguagem de Homecoming consegue ser original e muito bem articulada.


Preste atenção também nos diálogos bem construídos e no equilíbrio entre o passado e o futuro narrativo.


Transparent (2014), de Jill Soloway

Sinopse: Mort Pferfferman é divorciado e tem três filhos adultos: Ali, Sarah e Josh. Ele se assume como uma mulher transexual, Maura. À medida que Maura passa pela transição de gênero, seus filhos também começam a revelar os próprios segredos e redescobrir várias partes de suas vidas.


Pontos fortes: A série é incrivelmente bem escrita e atuada. A sensibilidade com que trata questões importantíssimas, como identidade, gênero, vida familiar e auto imagem é rara. Uma obra muito forte de um conjunto bem diverso de escritorxs e diretorxs.


Fleabag (2016), de Phoebe Waller-Bridge

Sinopse: Fleabag, uma millennial londrina na casa dos 30 anos, passa por conflitos familiares e amorosos, além de tentar superar a morte de sua melhor amiga. Cada vez que tenta arrumar sua vida, se envolve com caras errados, faz más escolhas e não consegue lidar muito bem com seu negócio.


Pontos fortes: Escrita, dirigida e atuada por Phoebe Waller-Bridge, Fleabag apresenta um humor sarcástico e contemporâneo que quebra a quarta parede de um jeito divertido. A série também foi a maior vencedora na premiação dos Emmys deste ano, conquistando quatro estatuetas (inclusive de melhor série de comédia).


Mozart in The Jungle (2014), de Alex Timbers, Roman Coppola, Jason Schwartzman e Paul Weitz

Sinopse: O impetuoso novo maestro mexicano Rodrigo de Souza (Gael García Bernal) é convidado a reger a Sinfonia de Nova York enquanto a jovem oboísta Hailey Rutledge (Lola Kirke) espera sua grande chance de tocar na orquestra. Excêntrico e genial, Rodrigo convida Hailey para trabalhar como sua assistente. Os dois então passam por situações cômicas, românticas e desafiadoras.


Pontos fortes: O setting da série é bem reconhecível (Nova York), mas ela toma rumos bem interessantes dentro disso. Quem é amante de música (principalmente erudita) vai curtir conhecer melhor o backstage do universo das orquestras contemporâneas, com os vários desafios e conflitos entre artistas bem estruturados.


Outros destaques que estão dando o que falar:


#AmazonPrimeVideo #streaming #Disney #Fleabag #Homecoming #Transparent

200 visualizações

Writer's Room 51 é uma vitrine online de projetos audiovisuais autorais.

Newsroom 51 é um portal afiliado de artigos sobre cinema, TV e streaming.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn